Zenith x Range Rover: Quando a precisão se alia ao luxo e à capacidade

Estimated reading time:  
4 minutos

22 novembro 2018

Image

 

Os relógios e os carros de luxo casam tão bem como ostras e champanhe, motivo pelo qual esta colaboração entre o fabricante suíço Zenith e a Range Rover é tão especial. Ambas as marcas lendárias são conhecidas pelo seu design, inovação e luxo.

A Zenith foi fundada por Georges Favre-Jacot, o qual ambicionava criar os relógios mais precisos e fiáveis jamais vistos. Georges insistia em constantes melhorias na qualidade e precisão dos seus artigos, para complementar o próprio design e acabamentos.

Incluem-se nas conquistas da Zenith a produção do primeiro cronógrafo mecânico autoenrolante e a criação de um relógio capaz de suportar a pressão, temperatura, altitude e aceleração extrema do recorde de queda livre à velocidade do som de Felix Baumgartner em 2012.

Os paralelismos com o Range Rover são bem patentes. Desde 1969, a fórmula da Range Rover não mudou drasticamente – evoluiu para se tornar num veículo símbolo de requinte. Mantém o seu design inigualável, a presença icónica, a capacidade de ser todo o terreno e uma condução verdadeiramente prazerosa, integrando a mais recente tecnologia.

A Zenith e a Range Rover colaboraram numa coleção de relógios onde se destacam o design, a tecnologia e a inovação de ambas as marcas. Os relógios de edição limitada foram criados para marcar os lançamentos do Range Rover SVAutobiography e do Range Rover Velar. Chega agora um terceiro relógio Zenith Range Rover para o novo Evoque.

O primeiro foi o relógio El Primero x Range Rover SVAutobiography lançado em 2016, o qual era um relógio extremamente leve, em homenagem ao derradeiro Range Rover. Trabalhado a partir de alumínio ceramizado correspondente à arquitetura do carro, para conferir durabilidade e leveza adicionais, o relógio possui também um mostrador elegante, conciso e organizado que lembra o interior do Range Rover.

O segundo relógio, o El Primero x Velar, utiliza o mesmo corpo de alumínio de alto desempenho, mas o acabamento é num atrativo cobre queimado a contrastar com o mostrador cinzento. A pulseira foi primorosamente trabalhada a partir de couro de bezerro, para dar o toque de luxo encontrado nos Range Rovers.

Agora temos o relógio Zenith DEFY Classic Range Rover, especialmente co-desenvolvido por equipas de design e técnicas de engenharia a trabalhar sob estreita harmonia. Esta edição limitada de 200 artigos DEFY Classic Range Rover é uma combinação dos seus próprios visuais aperfeiçoados com elementos inconfundíveis inspirados no referido automóvel. Estes incluem notavelmente temas de cores como o ponteiro dos segundos e o peso oscilante em petróleo ártico (azul turquesa), inspirado nos tons do volante e dos detalhes do banco do Evoque.

Um componente fundamental do novo Range Rover Evoque é a sua apetecibilidade. O novo relógio Zenith Defy Classic Range Rover representa uma mudança drástica no design de relógios de colaboração, e o resultado é um relógio altamente cobiçado e uma homenagem decorosa à colaboração entre a Zenith e a Land Rover.

Gerry McGovern
Responsável pelo Design da Land Rover

O mostrador com trabalhado aberto deste sofisticado relógio foi buscar inspiração ao design escultural da roda do Evoque, enquanto o estofo com padrão acolchoado do SUV premium é captado no motivo de “diamante” que adorna a pulseira em borracha do seu alter-ego horológico. Movido por um novo movimento esquelético Elite, a primeira reinterpretação da ZENITH da sua coleção Defy Classic irradia um encanto único baseado num design inspirado e poderoso.

Se a Zenith fosse um carro, seria definitivamente um Range Rover! Ambos são ícones reconhecidos nos seus setores. Ambos partilham os mesmos valores bem como uma série de atributos chave, incluindo o carisma, o requinte técnico e o desempenho extraordinário. Ambos têm a inovação no seu ADN. Defy e Range Rover são ambas marcas comerciais luxuosas e cobiçadas, bem como pedras angulares pioneiras nas suas indústrias – objetos com os quais se estabelece de imediato uma ligação emocional. Ambos vão buscar inspiração ao passado, embora de olhar firmemente voltado para o futuro.

Julien Tornare
Diretora-Geral da Zenith
Descubra mais